Últimos assuntos
» [GUIA] GRUPOS
27/5/2017, 23:35 por Líder

» [GUIA] Raças
10/4/2017, 11:21 por Líder

» [FICHA] Gabriel Gomes - HellBoy
8/9/2016, 01:04 por Convidado

» Pedido de Atualização
28/8/2016, 19:12 por Convidado

» [FICHA] Jason Stifler Grace - Blazer
28/8/2016, 17:48 por Convidado

» Investimento de Atributos
19/8/2016, 22:40 por Convidado

» Arco "A Invasão"
19/8/2016, 21:35 por Convidado

» [RP FECHADA] The meet of heaven and of hell.
18/8/2016, 01:20 por Convidado

» [FICHA] Cararina Nuñuz - Cararina Nuñuz
14/8/2016, 01:37 por Convidado

» [FICHA] Vinicius Alvarenga - Glacial
13/8/2016, 11:47 por Convidado

» [FICHA] Leona Paraguaçú - Paraguaçú
8/8/2016, 23:23 por Líder

» [FICHA] Belle Di'Angelo - Hel
8/8/2016, 23:23 por Líder

» [FICHA] Breno Lima - Caçador
8/8/2016, 23:23 por Líder

» Pedido de Avaliação de Diários
6/8/2016, 22:37 por Convidado

» CENÁRIO - SACRAMENTO
6/8/2016, 19:57 por Líder

» [RP Fechada] Operação Agentes Duplos
6/8/2016, 18:13 por Convidado

» [RP Fechda] Operação Tocaia
6/8/2016, 17:13 por Convidado

» Missão - PROTEJA SAMSON RAY
6/8/2016, 13:06 por Convidado

» Cap. 2 - Insânia
1/8/2016, 05:42 por Convidado

» [Missão] João Sabrosa, o Traidor.
27/7/2016, 17:47 por Convidado

Notificações

Cap. 2 - Insânia

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 12/7/2016, 22:48

O membro 'Rachel Montoya' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1d12' : 11

--------------------------------

#2 '1d8' : 5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 13/7/2016, 12:32



SOB O MANTO ESTRELADO VOCÊ ENCONTRA SUA MAGIA
The Chaos

O Lobisomem de Guimarânia

"Níveis mágicos estranhos uma ova" pensou irritada, ao ver toda a cena de algumas pessoas contra a criatura que Hattie não sabia como descrever nem para si mesma.
Suspirou profundamente pensando em deixar que aquelas pessoas cuidassem do assunto enquanto ela observava e transmitia as informações para a Ordem, mas pelo andamento da situação eles não dariam conta da criatura. Seu trabalho era resolver a situação da melhor forma que podia, mas não estava muito afim de dar as caras e se deixar exposta.

Sabia que talvez seu poder não fosse o suficiente para deter a criatura, e que estando perto dos outros sua "maldição" poderia atrapalha-los.
- Que droga.. - reclamou, aproveitando que a criatura ainda não parecia tê-la notado para poder se esgueirar até um local mais alto e seguro, onde tivesse a visão de todo o local e dificilmente fosse percebida. A ruiva deu uma boa olhada a sua volta, e procurou qualquer objeto que não estivesse sendo utilizado próximo a criatura, para poder anima-los e fazê-los atacar.

Ações:

1º- Encontrar um lugar alto para ficar
2º Animar objetos próximos da criatura e fazê-los atacar.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 13/7/2016, 12:32

O membro 'Hattie Gail' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1d12' : 7

--------------------------------

#2 '1d12' : 1

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 14/7/2016, 22:36



- Aaaaah, merda!!! – Rachel diz enquanto tenta fugir, mas, antes mesmo de se levantar por completo, sua cabeça explode.

Mas antes mesmo que a dor fosse processada pelo corpo da mercenária, tudo volta ao normal. O que teria que se transformar em uma dor imensa no corpo de Rachel, se transforma em um leve pressão que nem mesmo a incomoda. Insânia olha para o rosto da mulher que, agora de pé, inclina a cabeça para sua direita, com confiança. Tomada pela raiva, a Não Nascida desfere um soco contra o queixo de Rachel, que inclina o corpo para trás, mas não o suficiente para fugir dos nós dos dedos de Insânia, que batem de raspão no queixo da mercenária. Rachel cambaleia para trás, enquanto Insânia se prepara dar outro soco, mas para quando é atindiga por dois dardos, um em seu rosto e outra na parte de trás da nuca.

Insânia não percebe o segundo dardo, mas vê Hans na sua frente, com a zarabatana ainda próximo de sua boca, sem saber ao certo o que fazer. Ele olha para seu parceiro, mas não consegue vê-lo, pois Richard se escondia atrás de uma pilha de sacos de cimento. Insânia larga Rachel no chão e dá um impulso enorme na direção de Hans, que tenta se jogar para o seu lado esquerdo, mas é pego pela mão direita de Insânia. Ela segura o rosto do homem com sua mão cobrindo quase todo o seu rosto e, com uma enorme fúria, bate a cabeça de Hans contra o chão. Ela levanta o corpo dele e empurra-o para baixo mais uma vez. Ele ficha no chão, imóvel, com sangue perto de sua cabeça. O concreto a sua volta se racha quando Insânia pisa em sua barriga. Ele solta um grito de dor, abafado pelo jorro de sangue de sua boca.

Do outro lado da quadra, Richard vê seu parceiro sendo espancado pela Não Nascida e, instintivamente vai em direção aos dois.

- Pare! – grita Luiz quando vê o aliado ir na direção da areia movediça que ele havia acabado de criar.

Os dois se entreolham e percebem que estão em uma posição em que são obrigados a se ajudarem.

Mais distante de todos, Hattie Gail ainda observa o confronto. Ela vê Insânia pisando na barriga de Hans, enquanto Rachel ainda está caída no chão, de volta a sua posição fetal. Do outro lado, Richard e Luiz traçam um plano de ação. E entre eles, um vergalhão de ferro chama sua atenção.


OFF:

Caguei pro template.

Hans pode tentar se defender usando alguma arma, ou fazer um teste de esquiva para fugir.

Richard e LPDA, tracem um plano, pensem em uma ação conjunta, por que a treta tá ficando séria.

Hattie, você tem o vergalhão de ferro para usar e ainda não foi percebida, também sabe aonde todos estão e como estão. Pode dizer que tipo de lugar algo você achou, se não tiver idéias, diz que foi só um andaime do lado de fora do pátio mesmo, isso não vai fazer muita diferença mesmo.

Já perceberam que ela fica mais “humana” quando usa os poderes na mente de alguém, então se apressem por que ela também fica muito mais forte.

Se eu esqueci alguma coisa, ou qualquer dúvida, falem COMIGO no chat, ou por MP, se for algo mais urgente, me mandem e-mail, é melhor pra ver quando não estou no computador.

Beijo no rim do Hans que deve estar estourado.

Dados/CFs/HPs:


Serpente Vermelha
Richard (Atirar)
DES3 + CON2 + 8(1d12) + 2(1d4) + 1(Perícia) = 16
Hans (Atirar)
DES2 + CON1 + 6(1d12) + 2(1d4) + 1(Perícia) = 12
Richard (Defender)
RES3 + RAC2 + 4(1d12) + 3(Uniforme) = 12

LPDA
Areia Movediça (Baixo)
Criada (o tamanho é Vontade x 5 metros = 20m [se Insânia, ou qualquer outro personagem pisar no espaço onde está a areia movediça, ela tem que fazer um teste de Vontade e Resistência para não cair, a dificuldade será o resultado na hora da criação da areia movediça, no caso:
VON4 + FOR2 + 10(d12) = 16
Cipós e Videiras (Médio)
CON2 + 6(1d12) + 14(1d12+2) = 22 (qual perícia?)

Rachel
Defesa
VON4 + RES2 + 11(1d12) + 1(Perícia) = 18
Esquiva
AGI3 + DES2 + 5(1d12) = 10

Hatie
Furtividade
AGI3 + DES2+ 7(1d12) = 12
Procurar Objetos
PER2 + CON2 + 1(1d12) = 5

Insânia
Ataque Mental(Rachel)
CON3 + 10(1d12) = 13
Ataque Físico (Rachel)
FOR5 + AGI4 + 3(1d12) = 12
Defesa (Richard + Hans)
RES5 + PER3 + 2(1d12) = 10
Percepção
Sem teste (Hans não se esconde, Insânia o vê)
Ataque (Hans) (Alto)
FOR5 + AGI4 + 5(1d12) = 14

Hans
Defesa
RES2 + PER2 + 2(1d4) = 6


DANOS

Richard em Insânia
3(1d4) x 4(1d4) = Insânia rescebe 3HPs de dano por 4 Turnos
Hans em Insânia
2(1d4) x 3(1d4) = Insânia rescebe 2Hps de dano por 3 Turnos
Insânia em Rachel
(12 - 10) = -2HPs em Rachel
Insânia em Hans
(14 - 6) + 10(Bonus do Poder[1d12+2]) = - 18HPs em Hans



CFs
LPDA: 79(i) - 20(1T) - 15(2T) = 44 CFs Restantes
STRAUSS: 80(i) - 1(2T) = 79 CFs Restantes
Adestradora: 79(i) - 3(1T) = 78 CFs Restantes


HPs
LPDA: 75(i) - 20(1T) = 55 HPs Restantes
Richads: 75(i) - 13(T1) = 62 HPs Restantes
 Hans: 40(i) - 18(2T) =  22HPs Restantes
Rachel: 75(i) - 23(2T) = 52 HPs Restantes

Mapinha Maroto:




Última edição por Combustão em 18/7/2016, 15:01, editado 1 vez(es)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 16/7/2016, 11:17




Missão Secundária



Meu plano foi se tornando falho e eu assistia o rumo que a mulher levava as coisas, era realmente incrível o modo que ela mudava as coisas chegando a me surpreender e me desestabilizar com o que queria. Vi o parceiro de Richard atacando ferozmente os membros do alvo, ou melhor, ele estava levando uma surra e estragando meu ataque surpresa com sua cara atraente para apanhar. Eu não era o único envolvido com aquilo, olhei pra Richard vendo se atacaria a distância de novo, mas ele iria cair na minha armadilha me obrigando a alertá-lo pra não prosseguir.

Inicialmente só gritei “Pare!” e me aproximei do mesmo falando pelo comunicador no ouvido: - Ali tem areia movediça que criei, era pro alvo te atacar pelo seu ataque, ela ficaria presa e eu a atacaria enquanto saia da areia. - Cheguei perto o suficiente para falar com o outro sem depender do comunicador e prossegui depois de desligar o comunicador: - Enfim, novo plano. Vou atrair a mulher de novo com um ataque e a quedinha dela por mim. - Sorri malicioso talvez me divertindo mais do que deveria porque uma criatura daquela se atrair por mim não era legal e muito menos verdade.

- Eu jogo uma bomba de fumaça onde eu estiver e ela viria me atacar, eu vou camuflado pela esquerda e você pela direita para salvar seu parceiro. A ideia de trazê-la pra areia ainda é boa, só falta ela se atrair o suficiente pra mim. Cuidado com o barulho, a vadia deve ter uns bons sentidos após a carne dela melhorar duas vezes. - Confirmei com ele os detalhes e se ele concordava mesmo com aquilo, logo em seguida pude colocar o novo plano em prática.

Andei para a esquerda ficando mais na frente da areia e chamei a criatura de novo: - EI MONSTRO FEIO, CADÊ O AMOR EM? JÁ SE ESQUECEU DE MIM? - Sorri malicioso com um embrulho no estomago por ter falado aquilo, era um ataque falho, mas sabia que seria uma boa soma ter a provocação pra afastar ela do garoto. Retirei uma das bombas de fumaça do cinto e atirei mais na minha frente, como se atirasse a bola para um cachorro com aquela diversão pra ele pegar e o risco de ter que ir buscar caso o animal não fosse buscar. Em outras palavras, uns dois passos para frente.

Toquei no cinto ativando o mecanismo de stealth e segui furtivamente pela esquerda da fumaça contra o monstro. Passei a mão no chão para mover possíveis causas de barulho como galhos do chão e folhas secas. Não segui tão longe no caminho, esperava que ela viesse me atacar e estava na lateral do caminho da mesma para pegá-la de surpresa. Apesar de não saber se ela viria, tinha o ataque da areia novamente pronto para segurá-la, ou afastar do parceiro do Richard se viesse para mim pela provocação de novo.

Sentia a falta de nervosismo em ir tão pra frente depois daquela educação muito fina dela em me jogar contra a mina. Seria então rancor? É, por aí mesmo. Era ruim? Claramente não, já que precisava derrubar ela pra levar pra van. Não poderia deixar ela mais formada, o quanto antes ela fosse derrubada, melhor pra não dificultar mais ainda aquela luta.


Uniforme: http://i.imgur.com/8o5cDfj.png

valeu @ carol!



Ações:
Ação 1: Atirar a bomba de fumaça - sem dados
Ação 2: Ativar o mecanismo de stealth - sem dados

Ações 3: (Dados 1) - Corrida pela lateral da fumaça
Bônus de poder das plantas (não ta na ficha) / Bônus de pericia furtividade / atributos / dados (sistema)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 16/7/2016, 11:17

O membro 'Luiz Paulo D. Arantes' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'1d8' : 2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 16/7/2016, 12:02



SOB O MANTO ESTRELADO VOCÊ ENCONTRA SUA MAGIA
The Chaos

O Lobisomem de Guimarânia

Toda a situação parecia fugir cada vez mais do controle, se é que isso era possível. Um dos rapazes logo abaixo já parecia desmaiado ou coisa do tipo, seu sangue formava uma poça próximo a ele, enquanto os outros eram atacados tão brutalmente quanto.
A criatura em questão parecia se adaptar, melhorando seu corpo de tempos em tempos, talvez depois de algum tipo de ataque ? Ou quem sabe absorção de algo ?
As informações para que eu pudesse passar para a ordem ainda estavam vagas, vagas demais para deixar que aqueles que estavam lutando morrerem tão rápido.
Vi um dos rapazes gritar para o outro, avisando sobre uma areia movediça, e em seguida um plano meio estranho ser colocado em prática.  O rapaz da areia parecia querer chamar atenção da criatura, mas o que ele faria caso conseguisse isso ?
Conseguindo animar um vergalhão que estava entre os dois, me concentrei nele enquanto lhe ordenava mentalmente.
"Aguarde a criatura passar por você, em seguida ataque pelas costas, para fazê-la cair na areia movediça." Dado a ordem, precisava tirar o rapaz que havia chamado a atenção da criatura caso sua areia movediça não funcionasse tão bem, deixei então que a corrente em meu pulso aparecesse, e a fiz seguir em direção ao rapaz, controlando-a telepaticamente. Pensava em segura-lo pela cintura e trazê-lo até onde eu estava, torcendo para que as cortinas de fumaça e o vergalhão fossem distração suficiente.

Ações:

1º- Fazer o vergalhão atacar a criatura
2º Puxar Luiz usando corrente dos pulsos. CF Baixo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 16/7/2016, 12:02

O membro 'Hattie Gail' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1d12' : 10

--------------------------------

#2 '1d12' : 9

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 18/7/2016, 16:16


Richard não sabia ao certo o que estava acontecendo. Apesar de ter presenciado coisas estranhas, lutado com pessoas com poderes e realizado um tanto de missões, nada parecia se comparar aquela. Não tinha certeza do que ela aquela criatura, sabia que precisava ser mais efetivo e isso era tudo.  Algo havia dado terrivelmente errado apesar do acerto em cheio dos dardos venenosos, a criatura havia pego Hans em cheio e sua situação não era das melhores.

Richard teria caído na areia movediça se o anarquista não o tivesse alertado, enquanto corria para ajudar o parceiro. Eles precisariam de uma ação conjunta se quisessem ter uma chance contra a coisa e era isso que precisava ser feito. Hans tinha que fugir sozinho, não teria como chegar perto sem despertar a ira da criatura – Uma distração havia sido criado, confusão, fumaça e a oportunidade para Hans se esquivar e fugir.

Richard não tinha escolha – era preciso tentar paralisar aquela ameaça e se tudo desse certo ela seria atraída para a areia movediça.  Ele precisava ser furtivo e seguir o plano, não para buscar o parceiro e sim para esconder-se e aproximar-se da criatura para que pudesse atirar com precisão.  Com a zarabatana em mãos – Richard mirou seu dardo de morfina com a intenção de reduzir os movimentos da criatura e depois teria que se esgueirar e procurar um lugar seguro.


Spoiler:
Ação 1 ( Hans – O parceiro tem direito a uma ação independente do personagem principal) Fugir  esconder-se num local seguro – Bônus de perícia: Fuga
Ação 1 ( Richard) Aproximar-se furtivamente de insânia.  / Perícia
Ação 2 – Ataque – Dardo de Morfina – Especialista em armas brancas – Perícia: Mira e Bônus do óculos de mira.  
Ação 3 -  Esconder-se / Esquiva
Dado 5 -  dano do dardo ( caso dê certo o ataque)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 18/7/2016, 16:16

O membro 'Richard Strauss' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1d8' : 4

--------------------------------

#2 '1d12' : 5

--------------------------------

#3 '1d12' : 5

--------------------------------

#4 '1d8' : 2

--------------------------------

#5 '1d4' : 1

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 20/7/2016, 03:27

Capítulo 2: Insânia
Post 03



O ataque da criatura havia pego Rachel de surpresa, ela sente uma pressão incômoda, como a velha sensação de desconforto ao descer uma serra no mesmo tempo em que sua visão ameaça escurecer. Não era realmente a primeira vez que a mercenária sentia isso, e ela não sabia exatamente do que se tratava, mas parecia que fechar os olhos com força e se concentrar em manter o foco no combate aliviava a sensação de incômodo... Ao voltar a si, ela encara a horrenda criatura, estralando levemente o pescoço para a direita num ato de presunção e confiança, afinal, seja lá o que quer que fosse aquilo que sua adversária tinha tentado, era quase certeza que havia falhado:

- O que foi? Perdeu alguma coi...

Antes que ela pudesse terminar a frase, tomada pelo sarcasmo e convencimento, a mão da criatura lhe atinge o queixo com um impacto seco, lhe dando uma sensação momentânea de atordoamento. Rachel sente seu sangue ferver de raiva, nada lhe trazia esse estado quase primitivo dela que acabar com algum hematoma, não pelo dano em si, mas pela agressão à sua aparência:

- Filha de uma puta lazarenta!!!

Rachel fala entredentes, pronta para descarregar sua pistola na face da horrenda criatura, mas parecia que já estavam fazendo isso. Um pequeno dardo já estava fincado nela, enquanto a mesma tomava como alvo alguém distante, lhe dando as costas:

- Isso mesmo, facilite as coisas...

A mercenária fala, se posicionando para fazer uma perfeita mira, mantendo a arma firme em punho, e realizando dois disparos direcionados contra a nuca da monstruosidade.

Ações:

- 1ª Ação: Atirar na criatura usando "Pistola Leve" (Dano: 1d8+1).

- 2ª Ação: Atirar na criatura usando "Pistola Leve" (Dano: 1d8+1).


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 20/7/2016, 03:27

O membro 'Rachel Montoya' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1d12' : 3

--------------------------------

#2 '1d8' : 7

--------------------------------

#3 '1d12' : 9

--------------------------------

#4 '1d8' : 4

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 24/7/2016, 15:38

Frustrado com seu plano falho, Luiz se vê forçado a avisar Richard sobre a areia movediça que havia acabado de criar, apesar de dragar quem pisasse sobre ela, a área mantinha a aparência de concreto repleto de sujeira como o resto do pátio. Luiz explica qual era seu plano original e logo depois traça um novo plano com o companheiro. Os dois se separam e o colocam em prática, na esperança de salvar Hans e derrotar a Não Nascida.

Quando Luiz chama a atenção de Insânia, Hans vê a oportunidade perfeita para fugir. Sangrando ele se levanta em um salto cambaleante e se joga em um amontoado de arbustos, se encolhendo e vendo a monstra ir em direção ao anarquista. Enquanto a Não Nascida corria na direção do jovem, uma nuvem de fumaça se forma em volta dos dois, deixando Insânia na escuridão de não saber aonde seus inimigos estavam. Luiz havia afastado toda a sujeira a sua volta, galhos e qualquer coisa que poderia causar ruído enquanto a fumaça atrapalhava a visão de Insânia e seu aparelho de stealth, mas nem isso foi o suficiente para fugir totalmente da vista da Não Nascida. Os galhos que Luiz havia afastado, apareceram de baixo dos pés de Richard que, ao pisar em um, também denunciou sua presença à Insânia. Nesse momento três ataques vão na direção de Insânia quase que simultaneamente, dois tiros de pistola veem de suas costas, enquanto um dardo de sua direita tenta acerta-la. Sabendo a posição de Richard e com o estrondo dos dois tiros vindo de suas costas, desviar de ambos foi o reflexo mais natural possível para ela.

Com um salto mortal, enquanto gira o corpo como um saca-rolhas, Insânia desvia dos disparos e cai de pé no chão novamente. A cena se passa quase em câmera lenta para os ali presentes, mas o sangue jorrando do ombro de Insânia sai com uma velocidade enorme. O vergalhão animado por Hattie acerta em cheio o ombro da Não Nascida, que sente a dor e se agacha com o joelho esquerdo no chão. O vergalhão se mantem preso ao seu ombro esquerdo enquanto o sangue pinga do ferimento. Nesse momento a fumaça se dissipa e todos estão visíveis novamente. Com Insânia no meio e quatro inimigos, a Não Nascida se sente acuada, mas como um animal com medo, ela ataca seus inimigos. Hattie havia acabado de ataca-la e, sem querer, entregando sua posição, mas Insânia parte para atacar Luiz, ela se sentia atraída a tacar o jovem.

Hans se mantem nos arbustos, observando o confronto de seu parceiro e dos outros vilões e heróis ali presentes. Rachel e Richard se preparavam para atacar novamente, mas as opções estão acabando, eles não tem poderes e seus equipamentos e habilidades parecem não estar funcionando contra Insânia. Hattie tenta ajudar o alvo do Não Nascida, mas sua magia de correntes não foi o suficiente para tirar Luiz do caminho. Com um salto feroz na direção do jovem, Insânia não demora um segundo para chegar até seu alvo. Ela desfere um soco com a mão direita no jovem e logo depois gira, acertando uma cotovelada com o braço esquerdo, ela continua o giro e acerta outro soco com a mão direita no rosto do jovem, que cai no chão, com a têmpora esquerda acertando o chão. Ela prepara uma pisada, com o pé direito, na cabeça de Luiz quando percebe que seu pé esta preso ao chão. O jovem não havia chegado longe o suficiente da areia movediça e o ataque da Não Nascida havia jogado os dois para cima dela, os dois estavam afundando na areia movediça agora. Luiz e Insânia começam a se bater enquanto afundam e o resto dos ali presentes observa com atenção.

OFF:

- LPDA, você tem que fazer um teste de ataque e defesa, nenhum dos dois com poderes, na mão pura. Também tem que fazer um teste para sair da areia movediça. O teste de ataque também pode ser uma imobilização, para que os outros ataquem, mas você precisa se defender dos ataques de Insânia.

- Vocês acharam que eu ia esquecer das desvantagens?

- Hans está escondido, de novo.

- Rachel, Richards e Hattie tem ação livre.

- Não tem música hoje por que estou com preguiça (apesar que com três pede música, esse era o único post que era pra ter :V )

- Me desculpem a demora, voltei a trabalhar essa semana e tá meio pesado pra mim, então só posso dar certeza de postar aos domingos, durante a semana será meio complicado, então podem postar com mais calma durante a semana.

- Beijo no rim!

- Qualquer coisa é só falar COMIGO.


Dados/CFs/HPs:

LPDA
Corrida Pela Fumaça (Baixo)
AGI2 + 2(1d10) + 1 (Pericia) + 2(Bonus do Poder) + 2 (Equipamento) = 7

Hattie
Atacar com o Vegalhão (Baixo)
CON2 + 10(1d12) + 1 (Bonus de Poder Passivo) = 13
Tirar LPDA
RAC2 + 9(1d12) = 11

Richard
Fugir (Hans)
AGI2+ 4(1d8) + 2(Perícia) = 8
Aproximação Furtiva(Muito Baixo)
AGI3 + 5(1d12) + 1 (Pericia) = 9
Atirar Dardos(Muito Baixo)
AGI3 + 5(1d12) + 1 (Perícia) + 2 (Equipamento) = 11
Se Esconder(Muito Baixo)
AGI3 + 2(1d8) = 5

Rachel
Atirar(Muito Baixo)
DES2 + 3 = 5
Atirar(Muito Baixo)
DES2 + 9 = 11


------------------------

Insânia
Percepção
PER3 + 8(1d12) - 2(Equipamento) = 9
Ataque(LPDA) (Médio + Médio)
FOR5 + 8(1d12) + 2 (Bonus do Poder) = 15
Esquiva1
AGI4 + 6 (1d8) + 3(Perícia) = 13
Percepção (Richard)
PER3 + 8(1d12) = 11
Esquiva4 (Hattie)
AGI4 + 2 + 3(Perícia) = 9


-------------------------

LPDA
Esquiva
AGI2 + 7(1d8) + 3 (Ajuda de Hattie) = 12


-------------------------



Danos
Insânia Recebe 5 HPs de Dano
Insânia em LPDA
(15-12) + 11(1d12+2) = 15
Hattie em Insânia
(13-9) + + 10(1d12) = 14
-------------------------
Extra
Hattie(Blecaute)
1d10 = 6 (Mantém o Controle)
--------------------------

CFs
LPDA: 79(i) - 20(1T) - 15(2T) - 2(3T) = 42 CFs Restantes
STRAUSS: 80(i) - 1(2T) - 2(3T) = 77 CFs Restantes
Adestradora: 79(i) - 3(1T) - 4(3T)= 74 CFs Restantes
Hattie: 80(i) - 2(2T) + 7(3T) = 71 CFs Restantes


HPs
LPDA: 75(i) - 20(1T) - 17(3T) = 40 HPs Restantes
Richads: 75(i) - 13(T1) = 62 HPs Restantes
 Hans: 40(i) - 18(2T) =  22HPs Restantes
Rachel: 75(i) - 23(2T) = 52 HPs Restantes

Insânia: 90 - 10(1T) - 5(2T) - 19(3T)= 55 HPs Restantes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 31/7/2016, 16:35

Capítulo 2: Insânia
Post 04



Rachel não podia acreditar no que havia visto. Embora pudesse imaginar mutantes e equipamentos capazes de barrar projéteis té de altos calibres, não podia pensar em alguém simplesmente desviando de balas sem nada que indicasse uma velocidade sobrenatural... De qualquer forma, Rachel tinha plena consciência de suas limitações frente a adversários "superpoderosos", mas tinha também uma capacidade de aprender com os erros, e muito provavelmente seus equipamentos passariam por uma revisão ao sair daquela situação. Silenciadores entrariam na lista de encomendas:

- Pântano? No asfalto? Tsc... Preciso colocar o sono em dia...

A mercenária comenta sozinha com sarcasmo, ao ver a criatura partir para cima de um dos rapazes que tentava encará-la, mas ambos acabarem presos afundando no asfalto, apontando sua arma para aquela "coisa", e fazendo novos disparos. Certamente aquela armadilha, seja lá quem quer tivesse feito, poderia retardar ou impedir qualquer reação da monstruosidade.

Ações:

- 1ª Ação: Atirar na criatura usando "Pistola Leve" (Dano: 1d8+1). Equipamento Uniforme Completo (+2 em ataques, defesas e esquivas).

- 2ª Ação: Atirar na criatura usando "Pistola Leve" (Dano: 1d8+1). Equipamento Uniforme Completo (+2 em ataques, defesas e esquivas).


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Convidado em 31/7/2016, 16:35

O membro 'Rachel Montoya' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1d12' : 3

--------------------------------

#2 '1d8' : 7

--------------------------------

#3 '1d12' : 8

--------------------------------

#4 '1d8' : 3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cap. 2 - Insânia

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum